Tecnologia na automação industrial é tendência entre empresas brasileiras

O avanço tecnológico tem permitido empresas repensarem os benefícios e a perspectiva de retorno da automação predial industrial. Cada vez mais, a soma de melhorias técnicas e o uso da IoT, Internet das Coisas, estão possibilitando processos mais otimizados e um uso inteligente do fluxo de pessoas para negócios.

A indústria se relaciona com a automação em seis frentes: sistemas, logística, fábrica, atendimento e relacionamento com o colaborador e o cliente. Segundo o portal E- Commerce Brasil, o chamado Business Inteligence, sistema de processamento de grande volume de dados, é usado em 34% dos casos em indústrias brasileiras.

A automação industrial foi um dos setores beneficiados com a introdução de robôs e controladores na indústria; o ritmo rápido de evolução, acaba por otimizar a linha de produção. Outra tendência adotada atualmente é a utilização do Big Data, um conjunto de dados coletados que podem ser utilizados por softwares específicos para gerar informação, assim é possível avaliar o desempenho de máquinas, oferecendo relatórios sobre o panorama do momento atual.

A IoT, capaz de conectar equipamentos por meio da internet e fazer com que ajam mutuamente, permite uma integração entre as informações de uma empresa. Não somente no setor industrial, mas no mercado como um todo, a Internet das Coisas deve movimentar US$ 8 bilhões no Brasil em 2018, segundo a IDC.

Mesmo que muitas inovações ainda estejam em desenvolvimento, já provaram que possibilitam cada vez mais facilidade. O bom gerenciamento de indústrias alcançado por meio dos avanços tecnológicos é uma realidade, e as empresas tendem a se adaptar cada vez mais às novas possibilidades para se tornarem aptas a competirem no mercado.

Fonte: Portal Valor Econômico, portal E- Commerce Brasil e portal Segs



Deixe uma resposta