Inteligência Artificial na área da saúde prevê crescimento de 40% por ano até 2024

Apesar dos desafios para a implantação, a IA voltada para a saúde vem ganhando popularidade, e há uma previsão de crescimento anual de 40%, para os próximos oito anos, o que significa um tamanho total de mercado acima de US $ 10 bilhões de dólares.

Segundo o estudo da Global Market Insights (GMI), a antecipação da adoção da Inteligência Artificial, aconteceu por conta dos elevados requisitos de capital inicial, custos de manutenção, e o receio de que possa interferir negativamente na indústria, causando perdas de emprego em grande escala.

O estudo sugere que, no entanto, os receios tendem a ser superados, visto a crescente compreensão dos benefícios da tecnologia com base em pesquisas que sugerem que a Inteligência Artificial pode contribuir e facilitar descobertas na área da saúde. A medicina da precisão, a inovação em pesquisas clínicas e os assistentes pessoais robóticos, estarão muito presentes nos próximos anos, assim como, novas e promissoras aplicações para diagnóstico e monitoramento de doenças.

Para Meghann Chilcott, da companhia OrderInsite, pelo site da Forbes, pessoas estão produzindo quantidades significativas de dados de saúde com dispositivos móveis, e os provedores estão usando registros eletrônicos para gerar enormes quantidades de informações. Para ela, “a aplicação de Inteligência Artificial utilizará informações de pacientes e provedores para identificar condições de saúde que podem não ter sido detectadas antes”.

O mercado de IA da saúde ainda passa por dificuldades devido à necessidade de métodos mais fortes de interação entre humanos e computadores, mas com as constantes evoluções da tecnologia, o futuro na saúde guarda grandes novidades que mudarão a rotina de pesquisadores, médicos e pacientes.

Fonte: Site da Forbes e Portal PMGroup



Deixe uma resposta